Target. Amazon. Equifax. A cidade de Baltimore. A cidade de Atlanta.

Sabe o que todos têm em comum? Todos eles foram vítimas de vazamento de dados ou inatividade, com impacto direto na reputação e nos clientes ou cidadãos.

Nenhuma instituição está imune, nem mesmo com o melhor software de segurança. Mas poder contar com um bom plano de continuidade dos negócios e recuperação de desastres é uma medida simples que o ajudará a ter a tranquilidade de que seus dados estão protegidos contra desastres naturais e causados pelo homem. Os benefícios de implementar um plano de continuidade dos negócios e recuperação de desastres consistente ultrapassam em muito os riscos de não ter nenhum. Considere estas razões para ter uma solução de proteção de dados ideal para a sua infraestrutura hiperconvergente.

Garantir sua reputação e sua receita

Pense nisto: sua empresa é vítima de um vazamento de dados que expõe informações de clientes. A notícia se espalha e você não tem um plano de continuidade dos negócios e recuperação de desastres. É o caos. Os clientes falam sobre o caso nas mídias sociais. O valor das ações despenca. O departamento de TI se apressa para corrigir a vulnerabilidade. A assessoria de imprensa solta um comunicado para minimizar a situação.

Quando acontece um desastre em uma empresa, seja ele natural ou causado pelo homem, o impacto de uma paralisação pode ter um efeito dominó em toda a empresa. Em uma pesquisa que fizemos com tomadores de decisão de TI, 93% disseram que conseguiriam tolerar uma perda mínima, ou nenhuma, de dados dos aplicativos essenciais para a empresa e 50% que tinham menos de uma hora para se recuperar antes que isso tivesse um impacto direto na receita1.

Mas o efeito da inatividade vai além do impacto financeiro. Ela pode afetar a reputação da empresa, a produtividade, o valor das ações e a confiança dos acionistas. A implementação de um plano de continuidade dos negócios e recuperação de desastres com medidas práticas para lidar com os desastres antes, durante e depois de um evento pode dar a você a tranquilidade de que seus dados, sua reputação e sua receita estarão a salvo.

Proteger a empresa contra ransomware e hackers

Os hackers e vírus de ransomware, hoje, estão ainda mais sofisticados. Os dados são um bem muito valioso e muito desejado por eles, mas se a sua infraestrutura de TI não estiver bem protegida e você não contar com um plano consistente de continuidade dos negócios e recuperação de desastres, pode ser que seja forçado a escolher entre pagar uma recompensa em bitcoins para os chantagistas cibernéticos ou arcar com o prejuízo financeiro decorrente da perda de dados e da inatividade.

Para os órgãos públicos municipais vítimas de ransomware, os efeitos negativos foram além do impacto financeiro para os contribuintes. Em Atlanta, em 2018, o vírus SamSam atacou todos os órgãos públicos municipais, “interrompendo todo o andamento de processos nos tribunais, os pagamentos de tributos online e a conexão Wi-Fi do aeroporto”2. Arquivos do judiciário foram perdidos, material do departamento de polícia foi destruído e a correspondência dos funcionários públicos apagada. Um ano depois, a cidade continua em processo de recuperação dos dados e na jornada rumo à transformação digital com ênfase na segurança cibernética para garantir que não aconteça outro ataque.

Garantir a conformidade com as regulamentações

LGPD. HIPAA. PIPEDA. NPPs3. Toda a sopa de letrinhas das regulamentações sobre privacidade pode revirar o estômago de qualquer um. Mas, se cair no erro da não conformidade, as agências reguladoras saberão como atingir onde mais dói: no bolso da empresa.

Na União Europeia, a LGPD entrou em vigor há um ano e as multas são pesadas. A multa máxima para vazamento de dados é de 20 milhões de euros ou 4% do faturamento mundial da empresa, o que for mais maior4. Gigantes do setor de tecnologia já estão sentindo as consequências do não cumprimento das regulamentações da União Europeia sobre proteção de dados.

Uma denúncia por “falta de transparência, informação inadequada e não consentimento sobre personalização de anúncios” foi feita contra o Google na França, o que custou para a empresa uma multa de 50 milhões de euros5. A Amazon, Apple, Google, Netflix e Spotify também foram alvos de denúncias sobre a LGPD por oferecer aos clientes uma cópia dos dados pessoais em um formato que podia ser lido com facilidade por qualquer computador. Segundo a BBC, “teoricamente, a Apple poderia ser multada em 7 bilhões de libras se fosse provado que ela realmente violou a lei6”.

Saiba como a Arcserve protege ambientes Nutanix

A Nutanix oferece soluções que permitem que arquiteturas de múltiplas nuvens criadas com a tecnologia de de hiperconvergência (HCI) integrem processamento, virtualização, armazenamento, rede e segurança. E, com os altos riscos da economia digital de hoje, é fundamental proteger esses ambientes virtualizados. A solução Arcserve Unified Data Protection (UDP) oferece proteção total para cargas de trabalho dentro da empresa, virtuais, na nuvem e em SaaS, inclusive no Nutanix AHV.

Saiba como implementar com facilidade uma estratégia completa de DR e backup para a sua infraestrutura de TI no Nutanix AHV com a Arcserve no nosso webinar “Agile Backup and Disaster Recover for On-Premises and Cloud Applications”.

 

Resources:

  1. Pesquisa da Arcserve e MayHill Strategies, setembro de 2018.
  2. https://statescoop.com/one-year-after-atlantas-ransomware-attack-the-city-says-its-transforming-its-technology/
  3. https://pdpecho.com/privacy-laws-around-the-world/
  4. https://www.itgovernance.co.uk/dpa-and-gdpr-penalties
  5. https://www.bbc.com/news/technology-46944696
  6. https://www.bbc.com/news/technology-46944694

EXPLORE